Festa do Cinema Francês 2013: «Kinshasa Kids»

kinshasa-kids-poster-Kinsh

Vibrante, colorido e espontâneo assim é Kinshasa Kids, realizado e escrito por Marc-Henri Wajnberg, um filme sobre como ser criança e virar adulto de um dia para o outro nas ruas de Kinshasa. Misturando a ficção com o documentário, segue-se a trajectória de um grupo de crianças acusadas de praticar bruxaria que são abruptamente expulsas de casa. As imagens das ruas povoadas e frenéticas da capital do Congo são capturadas num plano geral transmitindo a organização caótica que governa aquelas ruas, enquadrando assim o contexto a que estas crianças são expostas. O filme aborda esta temática de uma maneira expositiva mas fiel às raízes daquele povo sem nunca o julgar. As cenas da igreja denunciam um fanatismo irracional que cataloga a desobediência ou rebeldia juvenil como bruxaria, levando a que aquela criança seja publicamente “demonizada”, e a consequência é a expulsão de casa dos seus pais. Estes jovens são assim lançados a uma vida de marginalidade em busca da sobrevivência.

1-pour-site

Os planos de conjunto evidenciam uma luta que tem de ser feita em grupo e as crianças protegem-se mutuamente de outros grupos e dos adultos, que não são menos marginais que eles. Em travellings o público corre com estes jovens pelas ruas da cidade, onde a lama cheia de lixo contrasta com a roupa colorida (não são raros os casos de pessoas com roupas “de marca” roubada que se vangloriam pelas ruas), ou os fatos vincados de polícias que negoceiam com os miúdos ladrões uma parte do dinheiro roubado. O sistema capitalista revela aqui apenas mais um exemplo da sua falência e podridão, numa sociedade que é gerida pela corrupção, desde o governo às forças policiais, e a arte tem aqui um papel determinante tanto ao serviço de uma crítica social e política (patente nas letras de música que tentam sensibilizar os pais para cuidarem dos seus filhos), como um ponto de fuga à loucura do dia à dia e uma oportunidade para sair da miséria. As crianças desempenham aqui essa esperança de um futuro diferente, mostrando coragem, perseverança e responsabilidade, tomando o pulso às suas vidas enveredando pela música.

Um filme inteligente na sua denúncia, mostrando uma sociedade contraditória de sistemas sociais inexistentes, mas feliz e com uma vida artística e cultural efervescente. Em exibição nos próximos dias na Festa do Cinema Francês em Beja e Guimarães:

BEJA | PAX JÚLIA | 31 OUTUBRO | 21H30

GUIMARÃES | CENTRO CULTURAL VILA FLOR | 2 NOVEMBRO | 21H45

Classificação (0-10): 7

Kinshasa Kids | 2012 | 85 mins | Realização e argumento: Marc-Henri Wajnberg | Elenco principal:  Gabi Bolenge, Bebson Elemba e Joël Eziegue

 

Advertisements

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s