As novas salas do cinema de entretenimento e independente em Lisboa

A salas de cinema do centro comercial Saldanha Residence  foram reabertas na passada quinta-feira, dia 12 de Dezembro, sendo o  filme de estreia O Hobbit: A Desolação de Smaug. Aliando a mais recente tecnologia de som e imagem, inclui a primeira e única sala em Portugal a ter o sistema Dolby Atmos, a tecnologia que é sinónimo de som para o 3D.

A @Cinema quis reverter a tendência de aumento de preços, apostando na exibição de apenas um filme de cada vez, angariando patrocinadores para as salas e definindo uma programação escolhida a dedo para aumentar os lucros: este cinema oferece bilhetes a 4 euros a qualquer dia para 2D ou 3D.

A sala, encerrada desde Maio de 2011, era anteriormente gerida pela Medeia Filmes de Paulo Branco, e acordou neste Dezembro com uma decoração em modo preto e branco, clean e cosmopolita.

cinema saldanha

Faz todo o sentido abrir um cinema em tempos de crise. Aliás, não haveria melhor altura. A baixa dos cinemas não é bem uma questão de crise, e mais uma questão de gestão. – Francisco Serranito, em entrevista ao Jornal i.

O  preço dos bilhetes de cinema (que muitas vezes atingem valores superiores aos do teatro) é um pouco como a história do ovo e da galinha. Os preços subiram para fazer face aos custos das tecnologias e devido a uma ausência de público nas salas? Ou será que, por outro lado, se os preços baixassem as pessoas iriam mais vezes ao cinema? Exemplo disto são as terças-feiras no El Corte inglés – o Multiplex com a maior e melhor selecção de filmes – com o patrocínio da Vodafone Yorn com bilhetes a 3 euros, dias em que a afluência de público é notoriamente maior.

Existem dois grandes tipos de público de cinema: os que querem serem provocados ou estimulados, e aí falamos de um cinema mais intelectual cinema de autor, por exemplo, e os que recorrem ao cinema para se evadirem das suas vidas, preferindo um cinema de entretenimento. Na história contemporânea as alturas de depressão e crise económica são propícias para a procura de filmes com happy endings e que divirtam a sua audiência.

Estas novas salas vão de encontro ao segundo tipo de público, oferecendo os blockbusters do momento. Basta verificar que os próximos filmes agendados para as salas da @ Cinema são Ronin 47 e Golpada Americana, um dos filmes em destaque nos Globos de Ouro e certamente nos Oscars.

cinema ideal

Para um gosto diferente e apostando em trazer às salas filmes usualmente negligenciados, o antigo Cine-Paraíso, criado em 1904, vai dar origem ao Cinema Ideal, recuperando o nome original. Em primeiro plano estará o cinema português (isto se o houver, dadas as extremas dificuldades que o meio atravessa) mas também será exibido cinema internacional. As primeiras obras a serem exibidas assinalam os 50 anos do Cinema Novo português: Se Eu Fosse Ladrão… Roubava, de Paulo Rocha, reposição das versões digitais restauradas de Os Verdes Anos e Mudar de Vida, e ainda Belarmino, de Fernando Lopes.

O Cinema Ideal promete reabrir na próxima primavera pelas mão da Midas Filmes, de Pedro Borges, e da Casa da Imprensa, que fará a programação e a animação do espaço – o Salão Ideal – que incluirá uma Cafetaria e Livraria, Biblioteca e DVDteca de cinema. O Cinema Ideal pretende continuar a ser um cinema de bairro para a cidade e a comunidade.

Advertisements

One response to “As novas salas do cinema de entretenimento e independente em Lisboa

  1. Pingback: As novas salas do cinema de entretenimento e independente em Lisboa | PFTN·

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s