Monstra 2014: Premiados

monstra-2014

Depois de terminar mais uma edição do Monstra a lista de vencedores foi divulgada e hoje podem assistir a alguns deles. O filme que inaugurou a sessão de longas metragens, O Menino e o Mundo, do brasileiro Alê Abreu,  foi o grande vencedor arrecadando  três prémios, Melhor Longa – Grande Prémio Monstra RTP 2014,  o Prémio do Público e o Prémio de Melhor Banda Sonora. Este mereceu rasgados elogios da parte do júri da 13ª edição da Monstra – Festival de Cinema de Animação de Lisboa:

O MENINO E O MUNDO

O realizador concretizou uma visão ingénua e poética do mundo globalizado de uma forma original, sensível e bela. A música original e a sonoplastia assumem uma parte estrutural do filme, transformando-se por vezes em personagens, cenário e discurso principal. Realçando igualmente a plasticidade e coerência estética com que se fundem com o grafismo e ritmo do filme.

cheatin

Na Competição Internacional de Longas-Metragens, Cheatin do norte-americano Bill Plympton, arrecadou o Prémio Especial do Júri que afirmou:

Mais uma vez estamos deliciados com os desenhos maravilhosos, estilo ímpar e o humor lascivo, mostrando-nos o lado absurdo do amor.

A curta-metragem Boles, de Spela Cadez, Eslovénia/Alemanha, foi o vencedor do Grande Prémio Monstra RTP 2014, num ano em que, pela primeira vez, se aliaram duas competições: longas e curtas-metragens. O júri considerou que este é um filme bem equilibrado, que combina com mestria todos os aspectos da sua produção. Uma história clássica sobre um artista em crise criativa e a sua musa, contada com ironia e profundidade, oferecendo às marionetas uma dimensão contemporânea.”

Na Competição Portuguesa, Carrotrope, de Paulo D’Alva, viu distinguido o seu filme com o Prémio SPA Autores | Vasco Granja, e o filme Tia Hilda!, dos franceses Jacques-Rémy Girerd e Benoît Chieux, venceu o Melhor Filme para Infância e Juventude.

 

COMPETIÇÃO LONGAS METRAGENS

Prémio RTP: Melhor Longa-Metragem MONSTRA 2014

“O Menino e o Mundo” (“The Boy and the World”), de Alê Abreu, Brasil, 2013

Prémio Especial do Júri

“Cheatin”, de Bill Plympton, EUA, 2013

“Tia Hilda!” (“Aunt Hilda!”), de Jacques-Rémy Girerd e Benoît Chieux, França, 2013

Melhor Banda Sonora

“O Menino e o Mundo” (“The Boy and the World”), de Alê Abreu, Brasil, 2013

Prémio do Público Longa-Metragem

“O Menino e o Mundo” (“The Boy and the World”), de Alê Abreu, Brasil, 2013

COMPETIÇÃO CURTAS-METRAGENS

Prémio RTP: Melhor Curta-Metragem Monstra 2014

“Boles”, de Spela Cadez, Eslovénia/Alemanha, 2013

Prémio Especial do Júri

“Villa Antropoff”, de Kaspar Jancis e Vladimir Leschiov, Estónia 2012

Melhor Filme Experimental

“Lay Bare”, de Paul Bush, Reino Unido, 2012

Menções Honrosas

“A Minha Mãe é um Avião” (“My Mum Is An Airplane”), de Yulia Aronova, Rússia 2012

“À Volta do Lago” (“Around The Lake”), de Noémie Marsily e Cark Roosens, Bélgica, 2013

“O Coro em Tournée” (“Choir Tour”), de Edmunds Jansons, Letónia, 2013

Prémio do Público Curta-Metragem

“Kiki de Montparnasse”, de Amélie Harrault, França, 2013

PRÉMIO SPA | VASCO GRANJA

“Carrotrope”, de Paulo D’Alva, Portugal, 2013

COMPETIÇÃO ESTUDANTES – JÚRI SÉNIOR

Melhor Curta de Estudantes Internacional

“Fishing Meteorites“, de Nina Christen, Evelyn Buri, Suiça, 2013

Melhor Curta de Estudantes Portuguesa

“A Ventoinha e o candeeiro“ (“The Fan and the Lamp“), de Filipe Fonseca, Portugal, 2013

Menções Honrosas

“Ab Ovo“ , de Anita Kwiatkowska, Polónia, 2012

“Underneath the Refuge“, de Noa Evron, Israel, 2013

COMPETIÇÃO ESTUDANTES – JÚRI JÚNIOR

Melhor Curta de Estudantes Portuguesa

“Três Semanas em Dezembro”, de Laura Gonçalves, Portugal, 2012

Melhor Curta de Estudantes Internacional

“Krake”, de Regina Welker, Alemanha, 2012

Prémio do Público Filme Estudante

“Quiosque” (“Kiosk”), Anete Melece, Suiça, 2013

COMPETIÇÃO CURTÍSSIMAS

Melhor Curtísima

“Robbery” (“Assalto”), de Jan Saska, República Checa, 2012

Melhor Curtíssima Portuguesa

“World of Paper”, de João Lagido, Portugal, 2013

Menções Honrosas

A Different Perspective”, de Chris O’Hara, Irlanda, 2012

“Frenki”, de Sandin Puce, Alemanha, 2013

Advertisements

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s