CURTA-METRAGEM: The Big Shave, de Martin Scorsese

the-big-shave

Ainda que inicialmente mais pareça um anúncio a lâminas de barbear, The Big Shave vale seguramente os 6 minutos que nos ocupa, ou não fosse um dos primeiros trabalhos de Martin Scorsese. De assinalar a banda sonora em tons de jazz, intencionalmente incongruente e desconcertante, bem como a mestria na escolha de planos e sobretudo na montagem. Todavia, o mais interessante é metáfora que constrói, sendo que para a compreender convém recordar que os EUA estavam em plena Guerra do Vietname quando o filme foi realizado, que o seu título alternativo era precisamente Viet ’67 e que o objectivo era estreá-lo num evento de protesto denominado “The Angry Arts Against the War”. Associando-a à auto-mutilação, Scorsese faz assim a crítica à intervenção militar, tema a que voltar posteriormente e com mais intensidade em Taxi Driver.

The Big Shave | 1968 | 6 mins | Realização e argumento: Martin Scorsese | Elenco: Peter Bernuth 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s