Guia para o essencial do 8 ½ Festa do Cinema Italiano 2016

Cartaz_ festa do cinema italiano_2016

Na sua 9ª edição, o 8 1⁄2 Festa do Cinema Italiano regressa a Lisboa, de 30 de março a 7 de abril ao Cinema São Jorge, ao Cinema UCI – El Corte Inglés e à Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, com 40 filmes, entre os quais nove antestreias nacionais, seis obras em competição, curtas-metragens, documentários, programação infantil  espaço programático dedicado à música, à literatura, à cultura e à gastronomia italianas. Entre os convidados com presença confirmada no festival estão Sergio Castellito (realizador) – Nessuno si salva da solo, Checco Zalone (ator) – Quo Vado?, Giuseppe Gaudino (realizador) – Anna, Gabriele Mainet (realizador), Claudio Santamaria e Luca Marinelli (atores) – Lo chiamavano Jeeg Robot, Claudio Cuppellini (realizador), Gergely Pohárnok (diretor de fotografa) – Alaska, Greta Scarano (atriz) – Suburra, Roberto Cicuto (presidente Luce-Cinecità) – Marcello Mastroianni, mi ricordo, si, io mi ricordo, Gianfranco Angelucci (colaborador de Fellini) – Oto e mezzo, Ivo Canelas (actor) – Estrada 47.

Abaixo deixamos o roteiro dos principais motivos de interesse nas diversas secções do festival, começando pelas antestreias:

Panorama
Homenagem a Ettore Scola

Em parceria com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, este ano, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano presta homenagem a Etore Scola, revisitando alguns dos seus mais célebres filmes, entre eles, Feios, Porcos e Maus, Tão Amigos que Nós Éramos, Um Dia Inesquecível ou O Terraço. Assim como filmes onde trabalhou como argumentista, tais como Il Sorpasso, de Dino Risi. Em complemento desta homenagem, é exibido também um filme documental, da autoria das filhas de Etore Scola, Paola e Silvia, Ridendo e Scherzando – Ritrat di um regista all’italiana (Ridendo e Scherzando: A Portrait of an “Italian-Style” Director).

8 ½ no 8 ½: filme de Federico Fellini em cópia restaurada e exposição de fotografia no 8 ½ Festa do Cinema Italiano

8 1/2

Estreia nos cinemas UCI da nova cópia restaurada do filme ao qual o festival deve o nome: 8 ½ de Federico Fellini, abrindo as portas do UCI à dinâmica de festvais de cinema. A estreia do filme a 31 de março será acompanhada pela exposição “8 1/2: A Viagem de Fellini”, que reúne fotos de cena do filme 8 ½, da autoria de Gideon Bachmann, um tesouro nunca visto em Portugal, em colaboração com Cinemazero, FNAC, UCI e o Instituto Italiano de Cultura de Lisboa. Para homenagear o grande mestre Fellini nestes dois momentos, teremos o prazer de ter connosco Gianfranco Angelucci, amigo e colaborador de
Fellini durante mais de vinte anos.

A Vida é Bela

La Vita E Bella

Uma inspirada obra-prima cinematográfica, A Vida é Bela foi nomeado em 1999 para sete Óscares, tendo vencido em três categorias, incluindo a de melhor ator (Roberto Benigni). Numa cópia restaurada recentemente, nesta extraordinária fábula, Guido (Benigni), um empregado de mesa dotado de grande imaginação e de um irresistível sentido de humor, conquista o coração da mulher que ama e cria uma vida maravilhosa para a sua jovem família. Romântico, comovedor, hilariante, surpreendente e fortemente aclamado pela crítica, A Vida é Bela é um momento único da história do cinema capaz de conquistar o coração de quem o vê.

Marcello Mastroianni, Lembro-me sim, Eu Lembro-me

marcello_mastroianni_mi_ricordo_si_mi_ricordo

Estamos em Portugal, entre as pausas e tempo livre das filmagens de Viagem ao Princípio do Mundo – de Manoel de Oliveira – Marcello Mastroianni confessa-se em frente à câmara. Como um flashback, o  divo percorre toda a sua vida: da infância às relações com os pais, a descoberta do cinema como espetáculo, as primeiras interpretações e figurações até à decisão de ser tornar ator profissional. As leituras, os autores, o teatro, a Itália saída da 2ª Guerra Mundial, os colegas, a fecunda relação com Federico Fellini, a fama de latin lover da qual nunca se conseguiu libertar. Até aos dias de hoje e ao aniversário festejado no set, com toda a equipa a cantar-lhe os parabéns. Um belíssimo retrato de um dos maiores atores da história do cinema italiano, filmado em Portugal. Uma ocasião para lembrar os 20 anos do desaparecimento de Mastroianni bem como uma homenagem ao grande Manoel de Oliveira.

Piccolini – Programação infantil 

Para as crianças, a Festa do Cinema Italiano reserva uma mão cheia de filmes e actividades. PinocchioMio Mau e Toffsy são alguns dos protagonistas que animam a programação dedicada ao público mais novo. Uma ocasião perfeita para os mais pequenos ficarem a conhecer estas personagens italianas míticas da infância e para os mais velhos as recordarem.

Programa completo em PDF

Como habitualmente, o mais importante evento em Portugal dedicado ao cinema e à cultura de Itália está também presente em várias cidades nacionais e internacionais, verificando-se um aumento neste número: cerca de 14 cidades portuguesas e 9 de países lusófonos. Depois de Lisboa seguem-se Cascais, Coimbra, Porto, Aveiro, Elvas, Loulé, Caldas da Rainha, Guimarães, Évora, Almada, Funchal, Setúbal, Braga e Beja. Internacionalmente, a Festa do Cinema Italiano está presente, este ano, em Luanda (Angola), Maputo (Moçambique) e sete cidades do Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo, Florianópolis, Brasília, Curitba, Belo Horizonte e Porto Alegre.

Advertisements

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s