MOTELX 2017: 6 filmes para 6 dias de puro terror

A 11.ª edição do MOTELX decorre entre 5 e 10 de Setembro e propõe mais de 70 sessões para mostrar o melhor do cinema de terror criado em Portugal e além-fronteiras. Workshops, actividades para os mais novos, apresentações e masterclasses com Roger Corman e Alejandro Jodorowsky completam o programa do Festival, para o qual traçamos aqui um percurso ao ritmo de um filme por dia.

TERÇA 5 SETEMBRO

Super Dark Times, de Kevin Phillips

Início dos anos 1990, num subúrbio estado-unidense. Zach e Josh, estudantes de liceu, são os melhores amigos há muito tempo. Os dois partilham vários interesses, incluindo a atracção pela colega Allison. No decorrer do que parecia ser um dia normal com os amigos, um trágico e sangrento acidente irá criar uma clivagem entre os anteriormente inseparáveis adolescentes. A primeira longa-metragem de Kevin Phillips, que se segue à curta “Too Cool for School” de 2015 (Semana da Crítica de Cannes), tem sido comparada a “Stand by Me” e “Donnie Darko”, obras que marcaram gerações. Esta história de amadurecimento, «alternadamente sensível e gore», de acordo com a Variety, foi anteriormente seleccionada para os festivais de Roterdão, Tribeca e Fantasia.

21h30 · Cinema São Jorge · Sala Manoel de Oliveira

QUARTA 6 SETEMBRO

The Limehouse Golem, de Juan Carlos Medina

Londres, 1880. No perigoso Limehouse District, uma série de homicídios consternaram a comunidade. Tão monstruosos e cruéis foram estes crimes que a imprensa reclama serem obra do Golem – uma lendária criatura de tempos obscuros… Sem pistas concretas, a polícia entrega o caso ao inexperiente Inspector Kildare, um bode expiatório para quando surgirem as próximas vítimas. Produção britânica com realização do espanhol Juan Carlos Medina, também por detrás da co-produção luso-espanhola “Painless” (MOTELX 2013), que recria magistralmente a Londres vitoriana de Jack the Ripper numa revisão contemporânea do clássico mistério gótico oitocentista. Com argumento de Jane Goldman (“The Woman in Black”) e interpretação de Bill Nighy.

19h05 · Cinema São Jorge · Sala 3

QUINTA 7 SETEMBRO

The Bad Batch, de Ana Lily Amirpour 

A jovem Arlen é abandonada numa zona árida do Texas separada da civilização por uma barreira. Enquanto se tenta orientar por entre a paisagem implacável, é capturada por um grupo de canibais selvagens liderados pelo misterioso Miami Man. Com a vida em risco, ela decide fugir ao encontro de um homem a quem chamam O Sonho. Enquanto se adapta à vida no seio da Má Fornada, Arlen descobre que ser-se bom ou mau depende essencialmente de quem se encontra ao nosso lado. Depois de ter chamado a atenção com o western spaghetti vampírico “A Girl Walks Home Alone at Night”, a realizadora Ana Lily Amirpur oferece-nos agora esta ‘odisseia pop pós-apocalíptica’ que conta com nomes de peso no elenco como Keanu Reeves, Jim Carrey, Jason Momoa ou Diego Luna.

21h30 · Cinema São Jorge · Sala Manoel de Oliveira

SEXTA 8 SETEMBRO

Lowlife,  de Ryan Prows

Quando uma colheita ilegal de órgãos corre mal, o acaso une os destinos de três dos esquecidos e desprezados da sociedade: El Monstruo, um lutador mexicano caído em desgraça e que trabalha para um patrão do crime; Crystal, uma ex-viciada desesperada que procura um rim no mercado negro para salvar o marido; e Randy, recém-saído da prisão, amaldiçoado por uma suástica tatuada na cara e atraído pelo amigo para realizarem um rapto. Com uma estrutura de três capítulos dedicada a personagens distintas e pouco convencionais, a primeira longa-metragem de Prows foi definida por Brian Tallerico (de RogerEbert.com) como «uma variação do filme de Tarantino para a era Trump». Teve estreia mundial no Fantasia Film Festival.

21h30 · Cinema São Jorge · Sala Manoel de Oliveira 

SÁBADO 9 SETEMBRO

68 Kill, de Trent Haaga

Trabalhar com fossas sépticas não é a ideia de uma vida perfeita para Chip. Mas ele é um tipo simples, com uma grande namorada chamada Liza. É verdade que ela garante um rendimento extra com um “benfeitor”, mas todas as relações têm as suas complexidades. Quando Liza sugere que “aliviem” o benfeitor de uma grande quantia de dinheiro, Chip vê, pela primeira vez, um lado de Liza que não conhecia… ou que nunca quis admitir. Agora, tem uma arma na mão, uma rapariga no porta-bagagens e menos de 24 horas para resolver a situação. Trent Haaga, argumentista de “Deadgirl” e “Cheap Thrills”, ambos exibidos no MOTELX, realiza esta comédia politicamente incorrecta e vencedora do prémio do público das meias-noites no SXSW, com Matthew Gray Gubler, da série “Mentes Criminosas”, no papel principal.

19h05 · Cinema São Jorge · Sala Manoel de Oliveira

DOMINGO 10 SETEMBRO

It, de Andy Muschietti

Quando crianças começam a desaparecer na cidade de Derry, no Maine, um grupo de jovens rapazes enfrenta os seus maiores medos ao confrontar um palhaço maléfico chamado Pennywise, cujo passado violento e assassino remonta a vários séculos atrás. Depois da icónica mini-série realizada em 1990, com Tim Curry a desempenhar o papel da criatura maléfica que toma a forma dos nossos piores pesadelos, surge agora uma adaptação ainda mais negra do livro de Stephen King. O filme promete um regresso ao terror puro, depois do sucesso de fenómenos revivalistas como “Stranger Things”, desta vez pela mão de Andy Muschietti que em 2013 realizou “Mama”.

21h00 · Cinema São Jorge · Sala Manoel de Oliveira

PROGRAMA COMPLETO EM PDF
Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s