Festa do Cinema Italiano 2018: cine-jantar 100% siciliano

Como vem sendo habitual, a Festa do Cinema Italiano realiza cine-jantares que alimentam a nossa alma bem como o nosso estômago! Nesta 11ª edição, este evento foi ainda mais especial pela estória que o rodeia. Tudo se desenrola à volta desse pequeno cantinho do mundo que é a ilha de Sicília.

Há muitos anos atrás (1994), estreou um filme que encantou o mundo, o protagonista era um carteiro que tinha alma de poeta. Massimo Troisi e Michael Radford realizaram O Carteiro de Pablo Neruda retratando a amizade entre o diplomata e poeta chileno, Pablo Neruda, forçado ao exílio do seu País e acolhido pelo governo italiano, e um humilde carteiro de nome Mário, seu carteiro particular. Mário ganha lentamente a confiança de Neruda e entre ambos desenvolve-se uma aparentemente improvável amizade, que permite ao carteiro perceber que as palavras de um homem encerram a verdadeira natureza da sua alma.

Em paralelo com esta narrativa e no momento presente, Clara Rametta, dona do Hotel Signum na ilha de Salina – onde há 24 anos foi filmado o O Carteiro de Pablo Neruda e que alojou a equipa de rodagem do filme -, organiza agora um jantar em Lisboa em conjunto com mais duas mulheres italianas, Patrizia Gangi Daniela (representante dos produtores locais), no qual apresentam um menu que remete para os aromas e sabores da ilha de Salina, no arquipélago das Eolie, na Sicília. A comida é confeccionada meticulosamente pelos chefs do hotel, com os produtos regionais e onde a alcaparra é o ingrediente secreto!

O jantar começa cedo, num clima jovial de celebração do cinema e da gastronomia italiana. Stefano Savio, um dos organizadores da Festa do Cinema Italiano, abre as portas do Mercado de Santa Clara. Sentamo-nos em mesas corridas bem ao jeito de um jantar em família. Num buffet que parece não ter fim, saboreamos um pouco de tudo: crostinis, focaccias, saladas, pastas, almôndegas e alcaparras em diversas formas, desde o paté ao pesto e até ao natural.

O jantar é pontuado pela maravilhosa banda sonora de O Carteiro de Pablo Neruda (que lhe valeu um Oscar) e pelo vinho Malvasia, também ele siciliano. E como tudo na culinária italiana é delicioso, as sobremesas ficaram a cargo de uma das marcas de pastelaria mais importantes da zona, Fiasconaro, que nos brindou com um fofo panettone, chocolates diversos e bolachas crocantes de sésamo.

Depois deste aconchego dos deuses, estava criado o contexto certo para entendermos a boa vida e o dolce fare niente que Neruda vivia na Sicília, apreciando esta obra da sétima arte com um sorriso no estômago. O Carteiro de Pablo Neruda, de Massimo Troisi e Michael Radford, foi vencedor de um Oscar e três Baftas em 1996, mas esta noite o prémio Cinemaville vai para a organização da Festa do Cinema Italiano!

8 e 9 de abril | Cine-Jantar | 19h | Mercado de Santa Clara

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s