IndieLisboa’19: destaques da programação

Serão mais de duas centenas e meia de filmes que, entre 2 e 12 de Maio, contarão a história final da 16ª edição do IndieLisboa Festival Internacional de Cinema.

A sessão de abertura exibirá o irreverente filme de Harmony Korine, Beach Bum: A Vida Numa Boa, e o certame fecha com o novo filme de Nadav Lapid, Synonymes, urso de ouro em Berlim 2019, que navega sobre questões de identidade e reinvenção pessoal.

Uma programação diversa que, este ano, destaca a cinematografia brasileira na secção Herói Independente, dedica um ciclo retrospectivo à grande musa do cinema francês, Anna Karina, destaca, entre outros, o trabalho singular da dupla Caroline Poggi e Jonathan Vinel na secção Silvestre.

A competição nacional incluí uma selecção que reforça o papel cada vez mais importante da produção nacional no IndieLisboa, destacamos Campo, de Tiago Hespanha, um filme-ensaio na maior base militar da Europa, que reflecte sobre o físico e humano, o transcendente e mundano. Felipe Bragança e Catarina Wallenstein buscam em Tragam-me a Cabeça de Carmen M. uma representação histórica do Brasil. Ana a personagem principal mergulha no actual pesadelo político brasileiro, enquanto se prepara para encarnar o papel da fantástica luso-brasileira Carmen Miranda.  Alva, de Ico Costa visita a história de Henrique, um homem que após cometer um homicídio, se refugia na floresta. Regresso também para Catarina Ruivo com A Minha Avó Trelototó. Um filme sobre a ausência, juntando tempos e registos (vídeos, cartas, fotografias) numa homenagem tocante à memória da sua avóBaseado na peça homónima de Tiago Rodrigues, Tristeza e Alegria na Vida das Girafas, de Tiago Guedes acompanha a aventura de uma menina e o seu urso de peluche suicida por uma Lisboa onde a crise espreita a cada encontro. Em Mar, Margarida Gil resume a memória da epopeia marítima portuguesa, a polaridade Ocidente/Oriente e o embate com o actual drama dos refugiados.

Nas curtas, palavra especial para as estreias dos filmes de Susana Sousa Dias (Fordlândia Malaise), Catarina Mourão (O Mar Enrola na Areia), Pedro Cabeleira (Filomena) e Jorge Jácome (Past Perfect). A produção nacional recente marca presença também nas sessões especiais, com a estreia nacional de Hotel Império de Ivo Ferreira, que trará também ao festival a antesestreia da série SulUnderstory, de Margarida Cardoso, Donzela Guerreira, de Marta Pessoa e Um Ramadão em Lisboa, de Catarina Alves Costa, Amaya Sumpsi e Carlos Lima.

Programação completa em www.indielisboa.com.

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s