16º LEFFEST: Destaques de programação

De 10 a 20 de Novembro, o LEFFEST regressa a Lisboa e a Sintra para a sua 16ª edição.

A Selecção Oficial em Competição, com 11 filmes de várias cinematografias, da Europa à Ásia e África, toma o pulso ao cinema que hoje se faz pelo mundo e reúne jovens realizadores, que vão certamente marcar o cinema do séc XXI, e alguns autores consagrados, que nos trazem novas obras, surpreendentes, inovadoras, arriscadas. Os realizadores estarão presentes para conversarem com o público sobre os seus filmes.

Na Selecção Oficial fora de Competição, o festival apresenta algumas das obras mais aguardadas nesta nova temporada, filmes que estiveram nos mais importantes festivais de cinema, e que fazem parte dos momentos mais altos do cinema nos próximos meses. Entre os quais destacamos o filme de abertura, Crimes of the Future, que marca o muito aguardado regresso de David Cronenberg, depois de alguns anos sem filmar – o realizador estará presente na sessão e fará uma conversa sobre o seu cinema, quando tem na calha já um novo filme.

The Lost King, de Stephen Frears, que também acompanhará o filme, assim como Jerzy Skolimowski, de quem veremos EO, galardoado no Festival de Cannes com o prémio do Júri. Armageddon Time, de James Gray, é outro dos títulos sonantes, tal como White Noise, de Noah Baumbach, uma produção da Netflix, adaptação do romance homónimo de Don DeLillo (que desde a sua primeira edição teve uma presença assídua no LEFFEST, com vários momentos inolvidáveis). Destacamos ainda os mais recentes filmes de Park Chan Wook, Decision to Leave, e Broker, de Koreeda Hirokasu, filmado na Coreia com o actor de Parasitas e o Leão de Ouro de Veneza, All the Beauty and the Bloodshed, de Laura Poitras, com a artista Nan Goldin (como curiosidade, este filme “nasceu” no LEFFEST, onde Poitras e Goldin se conheceram em 2014).

Outra das traves mestras desta edição, é o programa especial intitulado Romper as Grades, que visa, por um lado, aproximar as vivências das prisões ao nosso público, e, por outro, aproximar o cinema dos reclusos, com um conjunto de eventos únicos. Desde logo, com um debate sobre o abolicionismo com Angela Davis, figura icónica do activismo, professora e ensaísta, autora de obras como A Liberdade é uma Luta Constante,  As Prisões Estão Obsoletas?, ou, o mais recente, uma obra colectiva, Abolition. Feminis. Now., escrito com outras autoras, entre as quais Gina Dent, que também estará presente. Para além de um ciclo de filmes (com destaque para a apresentação de Fome, de Steve McQueen, pelo actor Michael Fassbender) e vários debates, de 2 concertos (Dino D’Santiago e Archie Shepp), um espectáculo de dança coreografado por Olga Roriz, com um corpo de bailarinos reclusos do Estabelecimento Prisional do Linhó, este programa terá uma extensão aos EPs do Linhó e de Tires, com a projecção de filmes para os/as reclusos/as, seguidos de conversas com alguns convidados do festival.

Entre as retrospectivas, um espaço especial dedicado a um dos actores icónicos das últimas décadas, Jim Carrey, e que se intitulará Jim Carrey: Mito ou Realidade?, uma questão que o próprio actor se coloca, após ter anunciado abandonar a sua carreira no cinema.

Ainda a retrospectiva Sérgio Tréfaut, realizador multi-premiado, de quem veremos a obra completa, dividida entre a ficção e o documentário, e ainda, em antestreia, o seu mais recente filme, A Noiva, que integrou a Selecção Oficial do Festival de Veneza, secção Orizzonti.

Nas Sessões Especiais do LEFFEST, teremos vários momentos únicos: dois workshops com o realizador Cristi PuiuDirecção de Actores, com a exibição de vários excertos de filmes seus; a exibição em sala da série de Olivier Assayas, Irma Vep, com sessões apresentadas pelo realizador e pela actriz Alicia Vikander; uma conversa com John MalkovichBeing John Malkovich, seguida da exibição do filme O Tempo Reencontrado, de Raúl Ruiz, assinalando o centenário da morte de Marcel Proust; uma conversa com o actor Melvil PoupaudDe Raúl Ruiz a Woody Allen, seguida da exibição do filme Combate de Amor em Sonho, de Raúl Ruiz; a exibição de Christophe… Définitivement, sobre o icónico cantor Christophe, com apresentação de Dominique Gonzalez-Foerster, co-realizadora do filme; uma conversa sobre o aqui e agora do cinema de David Cronenberg, seguida da exibição de eXistenZ;

Todos os detalhes do programa podem ser consultados aqui.

Advertisement

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s