«Dá Tempo ao Tempo»

EstreiasOut13042

Dá Tempo ao Tempo é o mais recente filme de Richard Curtis, que como argumentista já assinou filmes como Quatro Casamentos e um Funeral ou Notting Hill, mas na realização a sua primeira comédia foi O Amor Acontece. Resultando duma premissa roubada à ficção científica e com a cadência da comédia romântica, este filme tem um resultado feliz nesse cruzamento.  A sinopse apresenta-nos o jovem Tim (Domhnall Gleeson), que aos 21 anos é presenteado com uma surpresa do seu pai: este conta-lhe que os homens da sua família têm o poder de viajar no tempo e assim rescrever a sua história passada. O jovem Tim,  preterido pelas raparigas pelo seu aspecto tímido, desajeitado e despretensioso decide usar tal dádiva para encontrar o amor da sua vida. Mas se em filmes como O Efeito Borboleta (2004) o assunto das viagens no tempo é levado às suas consequências extremas, numa atmosfera mais densa e dramática, aqui há apenas algumas regras a seguir:

Regra nº1: Só se pode andar para trás no tempo.

Regra nº2: Não se pode interferir na criação da vida, o que significa que a partir do momento que se tem um filho isso não pode ser alterado, fazendo com que já não se possa recuar para alturas anteriores a essa sob pena de ver o filho substituído.

Regra nº3: O poder só se transmite aos membros masculinos da família.

2013, ABOUT TIME

Para tal o filme usa uma estrutura narrativa linear, apesar de usar flashbacks para momentos anteriores da vida de Tim. Não sendo inovador na maneira como o faz, Curtis trás uma leveza ao tema de viajar no tempo, aproveitando-o para pôr em equação as prioridades do modo como vivemos e as ligações que estabelecemos com a família e os amigos.

As boas cenas de humor obrigam qualquer pessoa, por pior que esteja a correr o dia, a soltar gargalhadas genuínas. Uma comédia com um forte cunho britânico patente também no humor das personagens secundárias: o tio que vive no mundo da lua, a irmã excêntrica, a mãe bloqueada emocionalmente. Com um elenco de actores consistentes, Rachel McAdams uma das actuais “namoradinhas da américa”, tem um bom desempenho no papel de uma jovem mulher real e honesta, tão comum como única. Ela é a escolhida pela seta do cupido, que se apaixona por Tim uma e outra vez… Bill Nighy, sempre na sua pose de cavalheiro, um habitué nestas género de filme, interpreta o pai contido mas afectuoso.

about time

A química entre McAdams e Gleeson funciona, transmitindo uma sensação de familiaridade como se fôssemos testemunhas de um casal que conhecemos. O trabalho de guarda roupa e a direcção de arte corroboram essa sensação do casal comum, com roupas bem longe das griffe hollywoodesca e um apartamento pequeno em Londres, num bairro pouco exuberante.

Um romance interessante e maduro com uma história cativante que nos faz questionar e apaixonar, ideal para aquecer um serão de Outono e para todas as idades.

Classificação (0-10): 7

Dá Tempo ao Tempo | 2013 | 123 mins | Realização e argumento:  | Elenco principal: Domhnall GleesonRachel McAdamsBill Nighy

Anúncios

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s