IndieLisboa’20: os filmes premiados e as últimas sessões

A Febre

A realizadora Maya Da-Rin vence o Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa com o seu filme A Febre, um filme que explora as pressões de um modo de vida urbano e moderno. O júri da Competição Internacional galardoou ainda Victoria, de Isabelle Tollenaere, Liesbeth De Ceulaer e Sofie Benoot, com o Prémio Especial do Júri Canais TVCine. O Prémio Allianz para Melhor Longa Metragem Portuguesa foi entregue a O Fim do Mundo, de Basil da Cunha, enquanto que o Prémio de Melhor Realização para uma Longa Metragem Portuguesa foi para A Metamorfose dos Pássaros, de Catarina Vasconcelos. Enquanto isso, o Prémio Dolce Gusto para Melhor Curta Metragem Portuguesa foi atribuído a Meine Leibe, de Clara Jost. E o Prémio Novo Talento FCSH/NOVA revelou a “irreverência cinematográfica” de Bernardo e Afonso Rapazote, em Corte. O Grande Prémio de Curta Metragem foi entregue a Tendre, de Isabel Pagliai. Aqui fica a lista completa de premiados:

Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa 

A FEBRE
Maya Da-Rin, Brasil / França / Alemanha, fic., 2019, 98’

Prémio Especial do Júri Canais TVCine

VICTORIA
Isabelle Tollenaere, Liesbeth De Ceulaer e Sofie Benoot, Bélgica, doc., 2020, 71’

Grande Prémio de Curta Metragem

TENDRE
Isabel Pagliai, França, doc., 2020, 43′

Prémio Melhor Curta de Animação

THIS MEANS MORE
Nicolas Gourault, França, doc. / anim., 2019, 22’

Prémio Melhor Curta de Documentário

DOUMA UNDERGROUND
Tim Alsiofi, Líbano, doc., 2019, 11’

Prémio Melhor Curta de Ficção os

SHĀNZHÀI SCREENS
Paul Heintz, França / China, doc., 2020, 23’

Prémio Allianz para Melhor Longa Metragem Portuguesa

O FIM DO MUNDO
Basil da Cunha, Portugal, fic., 2019, 107′

Prémio Melhor Realização para Longa Metragem Portuguesa

A METAMORFOSE DOS PÁSSAROS
Catarina Vasconcelos, Portugal, doc. / fic., 2020, 101’

Prémio Dolce Gusto para Melhor Curta Metragem Portuguesa

MEINE LIEBE
Clara Jost, Portugal, doc., 2020, 6’

Prémio Novo Talento FCSH/NOVA

CORTE
Bernardo Rapazote e Afonso Rapazote, Portugal, fic., 2020, 28’

Prémio Novíssimos The Yellow Color + Portugal Film

CONTRAFOGO
Carolina Vieira, Portugal, doc., 2020, 10′

Menção Especial

NESTOR
João Gonzalez, Portugal, anim., 2019, 6’

Prémio Silvestre para Melhor Longa Metragem

EX-AEQUO

BREVE MIRAGEM DE SOL
Eryk Rocha, Brasil / França / Argentina, fic., 2019, 98’

TODOS OS MORTOS
Caetano Gotardo e Marco Dutra, Brasil / França, fic., 2020, 120’

Prémio Silvestre para Melhor Curta Metragem

APPARITION
Ismaïl Bahri, Tunísia / França, fic. / doc., 2019, 42’

Prémio IndieMusic 
EX-AEQUO

WHITE RIOT
Rubika Shah, Reino Unido, doc., 2019, 80’

KEYBOARD FANTASIES: THE BEVERLY GLENN – COPELAND STORY
Posy Dixon, Reino Unido, doc., 2019, 63’

Prémio Árvore da Vida para Melhor Filme Português

O FIM DO MUNDO
Basil da Cunha, Portugal, fic., 2019, 107′

Prémio Amnistia Internacional

DOUMA UNDERGROUND
Tim Alsiofi, Líbano, doc., 2019, 11’

Como sempre, a seguir ao festival, segue-se a semana com sessões dos filmes premiados. Aqui ficam as informações de cada sessão:

Cinema Ideal
7 setembro
19:30 Meine Liebe, de Clara Jost + O Fim do Mundo, de Basil da Cunha
22:00 A Febre, de Maya Da-Rin

8 setembro
19:30 White Riot, de Rubika Shah
22:00 Breve Miragem de Sol, de Eryk Rocha

9 setembro
19:30 Curtas Premiadas
Apparition, Ismail Bahri
Douma Underground, Tim Alsiofi
Contrafogo, Carolina Vieira
Tendre, Isabel Pagliai
Corte, Afonso Rapazote/Bernardo Rapazote
22:00 Todos os Mortos, de Caetano Gotardo, Marco Dutra

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s